CNH Social – O que é? Como funciona?

A CNH Social 2019 é a possibilidade que muitas pessoas têm de aprender a dirigir, e se qualificar em busca de novas oportunidades de empregos. Confira aqui tudo sobre o projeto.

Ter uma habilitação é o que muitos jovens desejam, e claro conseguir comprar um carro junto, é a realização do sonho completo. Mas, para muitos brasileiros a primeira etapa é bastante complicada. Hoje é muito caro realizar todo processo para emissão da CNH, e quase impossível para muitos.

Porém, desde há pouco mais de 10 anos, muitos Detrans pelo Brasil implantaram o programa CNH Social, que vem dando a chance não só para jovens, mas para muitos brasileiros de se habilitarem ou alterarem a classificação de suas licenças de motoristas. Vejamos um pouco mais sobre o projeto.

CNH Social

O que é o programa CNH Social 2019?

Trata-se de um serviço oferecido pelo Detran de alguns estados brasileiros, que permite que pessoas de baixa renda consigam emitir a primeira habilitação, renovação e alteração da categoria, de forma gratuita.

Atualmente os estados que atendem a população com esse programa são: Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. A ideia é que em 2019 outras unidades federativas também disponibilizem o serviço para população.

Para poder participar, os interessados precisam conferir os editais liberados nos sites do Detran desses estados listados, e atender todos os requisitos necessário.

Com funciona o projeto?

O programa CNH Social 2019 seguirá o mesmo molde dos anos anteriores. Depois devidamente inscrito, o candidato aguardará   etapa de seleção, que analisará todos os dados mencionados na solicitação da CNH popular.

A convocação do Detran dos classificados ocorrerá pelo Diário Oficial do Estado (também estarão listados os nomes dos aprovados no site do Detran). Os selecionados se dirigirão ao posto de atendimento indicado para comprovar a documentação.

Com tudo confirmado, os aprovados poderão realizar gratuitamente todos os trâmites do processo para emissão da habilitação:

  • Exames psicotécnicos;
  • Exames de saúde;
  • Aulas teóricas (numa autoescola devidamente cadastrada);
  • Exame teórico;
  • Aulas práticas;
  • Exame prático.

No programa CNH Social 2019 permite que a primeira habilitação seja para categorias “A” e “B”. Já para os candidatos que vão renovar podem ser “A”, “B” e “AB”.

Requisitos para solicitar CNH Social 2019?

Para poder participar do programa CNH Social 2019 existem critérios básicos necessário para serem atendidos. Para primeira habilitação, por exemplo, é preciso:

  • Ser alfabetizado;
  • Ter mais de 18 anos;
  • Comprovar residência no estado que vai disputar a vaga;
  • Ter CPF;
  • Comprovar baixa renda (pessoas que participem de programas federais como o Bolsa Família, por exemplo.

A documentação que é solicitada para participar do projeto:

  • Documento oficial com foto;
  • Certidão de nascimento dos filhos (para candidatos que tenham filhos);
  • Certidão de casamento ou União Estável (para candidatos que vivem maritalmente com alguém);
  • Comprovante de residência;
  • Carteira de trabalho (para candidatos desempregados);
  • Cartão do Bolsa Família (para candidatos que participem desse programa);
  • Declaração escolar ou comprovante de matrícula (essencial para que vai disputar a vaga disponíveis para alunos do ensino público);
  • Comprovante de renda (para trabalhadores que recebem até 2 salários mínimos).

Somente com a apresentação desses documentos será validada a inscrição. Lembre-se que precisará levar documentos originais.

Como fazer o cadastro?

As inscrições para o CNH Social 2019 devem começar em meados do mês de novembro de 2018. Os interessados devem ter atenção aos noticiários, e sempre conferir o site do Detran dos estados de origem.

Depois que o edital é liberado, os candidatos farão a inscrição diretamente no portal do Detran. Será necessário o preenchimento do formulário digital, etapa que precisará ter muita atenção para não informar nada errado (qualquer equívoco é motivo para não ser classificado).

O candidato escolhe o segmento que se encaixa (desempregado, beneficiário do Bolsa Família, etc.), mesmo que o perfil se relacione a mais de um desses.

Com a inscrição completada, deverá aguarda a etapa de seleção e a posterior convocação. O processo todo leva em torno de 60 dias, e os aprovados logo poderão seguir a uma autoescola próxima das suas residências e começar o treinamento para emissão da habilitação.

Agora é conferir a abertura do edital para a CNH Social 2019, se inscrever e torcer para se classificar. Certamente muitas portas se abrem para quem sabe dirigir, e um novo emprego pode surgir.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *